A crise do significado

No compasso acelerado desses novos tempos, o "choque do futuro" previsto nos anos 70 pelo Alvin Toffler, ainda apresenta seqüelas. Perdemos o significado do que somos, fazemos, temos.A ordem de informar exaustivamente, não importando a que custo, teve um efeito colateral: o infostress, doença já catalogada nos compêndios da medicina. A necessidade de mudar sem pensar, conduziu ao indesejado destino: desorientar. A reação de preservar regiões e culturas, para se defender das hegemonias culturais, resultou numa grande perda: a fragmentação.

Leia Mais Radar 21

Editorial – Edição 15
Por Rosa Alegria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s